MP denuncia jovem suspeito de esfaquear os pais

MP denuncia jovem suspeito de esfaquear os pais

Promotor pediu exame de sanidade mental e toxicológico do denunciado

O Ministério Público do estado do Rio de Janeiro denunciou nesta quinta-feira (05) José Roberto Vicente de Oliveira Júnior pelo crime de tentativa de homicídio duplamente qualificado. Iracema Magalhães Costa Oliveira, de 52 anos, e o marido, José Roberto Vicente de Oliveira, de 50, foram esfaqueados dentro de casa, no domingo (1), na Tijuca, Zona Norte do Rio. Segundo a Polícia Civil, o suspeito do crime é o próprio filho do casal, de 20 anos, que teria atacado os pais após eles se recusarem a emprestar dinheiro para compra de cocaína.

O promotor de Justiça Riscalla Abdenur, titular da 1ª Promotoria de Justiça junto ao II Tribunal do Júri da Capital, pediu exame de sanidade mental e toxicológico para saber se, de fato, o rapaz é dependente de drogas e se essa dependência realmente o levou a cometer o crime.

De acordo com o Hospital do Andaraí, para onde os pais do jovem foram encaminhados, Iracema foi atingida na cabeça, no tórax e na barriga, e sofreu lesão no fígado. Ela foi operada e transferida na tarde de quarta-feira (4) para um hospital particular, não informado pela família. O pai foi atingido na cabeça e nos braços. Ele foi medicado e liberado em seguida.

Investigações

José Roberto foi preso na noite de domingo e encaminhado para a carceragem da Polinter. Segundo o delegado da 19ª DP (Tijuca), o rapaz estava sob o efeito de drogas no momento do ataque. Ele foi autuado por tentativa de homicídio.

"Comecei a fumar maconha com 14, aí cocaína com 16. A vida é um degrau que sobe, a droga é um degrau que desce. Vai descendo, primeiro você perde seu dinheiro, depois você perde suas coisas, aí perde sua dignidade, passa a pegar dinheiro emprestado com os outros. Teu salário não rende mais. Parei com tudo, esporte, amigos. Eu preciso me tratar, cara. Eu só queria que um dia isso acabasse", disse ele.

Na delegacia, arrependido e ainda com a fala confusa, José Roberto tinha consciência da gravidade do que fez. Ele lamentou o fato: "Para mim foi o fim da linha, eu não aguento mais isso". Inexplicável o que eu fiz. Briga, discussão. Não sei como meus pais estão, só espero que eles estejam bem", disse ele.

Vizinhos da família contaram que estão assustados com o que aconteceu. De acordo com a polícia, o jovem usou uma faca de cozinha pequena para atingir os pais.

Fonte: g1, www.g1.com.br