MP estuda pedir aumento da pena de Roger Abdelmassih

MP estuda pedir aumento da pena de Roger Abdelmassih

De acordo com a coluna, todos os crimes de Abdelmassih podem prescrever em 2016

O Ministério Público estuda recorrer para aumentar a pena de 278 anos de prisão a que foi condenado o médico Roger Abdelmassih. A informação é da coluna Mônica Bergamo publicada na edição desta quinta-feira da Folha (íntegra do texto está disponível para assinantes do jornal e do UOL).

De acordo com a coluna, todos os crimes de Abdelmassih podem prescrever em 2016, caso o processo não seja julgado em definitivo por todas as instâncias. Neste ano, o réu completará 70 anos e o prazo para prescrição dos crimes cairá pela metade.

O médico Roger Abdelmassih, um dos mais famosos especialistas em reprodução assistida do país, foi preso no dia 17 de agosto de 2009 --mas permanece solto devido a um habeas corpus. Ele teve a prisão preventiva decretada pela Justiça após cerca de 60 mulheres afirmarem ter sofrido crimes sexuais durante consultas.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br