Mulher aliciava crianças para namorado estuprá-las, diz polícia

Segundo a polícia, suspeito abusou de ao menos dez crianças. Ele e a esposa estão presos em Itaquaquecetuba

Suspeita de aliciar crianças para ser abusadas pelo namorado ? entre elas as próprias irmãs ? a dona de casa Patrícia dos Santos Silva, de 23 anos, teve a prisão temporária decretada pela Justiça e está detida em Itaquaquecetuba, Região Metropolitana de São Paulo. Ela deve ficar presa ao menos pelos próximos 30 dias.

A informação é da Polícia Civil que teve acesso a vídeos em que o vigilante Franklin Folha Soares, de 31 anos, aparece mantendo relações sexuais com crianças. Segundo a polícia, pelo menos dez crianças foram identificadas em diferentes vídeos. Ele foi preso na noite de segunda-feira (11)

?Nunca vi nada igual, nem em Itaquaquecetuba, nem em lugar nenhum?, afirma Ricardo Mamede, delegado que está conduzindo as investigações. ?Levantamos que ela (suspeita) tinha participação nos abusos e pedimos sua prisão temporária. Agora estamos trabalhando para identificar e entrar em contato com as vítimas que aparecem nos vídeos. É um caso que surpreende pela quantidade de vítimas?, conta o delegado. Ainda segundo Mamede, Patricia negou o crime quando foi detida, mas após ver as imagens acabou confessando. Já Soares, segundo o delegado, ao ser questionado confirmou o crime. Nesta sexta-feira (15) duas vítimas prestaram depoimento e relataram os abusos.

De acordo com a polícia, Patricia e Franklin moram juntos há quatros anos e têm duas filhas, de 4 anos e um 1 de idade. As meninas estão sob a guarda do Conselho Tutelar do município. Segundo o delegado, nas gravações aparece uma criança que aparenta ter 3 anos de idade sendo abusada. A maior parte das vítimas tem entre 7 e 9 anos. ?Com exceção de uma que suspeitamos ser um menino, todas são meninas?, afirma Mamede.

Cunhadas

No boletim de ocorrência, registrado no dia da prisão de Franklin, na segunda-feira (11), consta que, questionado, o vigilante ?confessou ter praticado sexo com as cunhadas de 11 anos e 20 anos, sendo que a maior de idade é portadora de deficiência mental.? As cunhadas seriam irmãs de Patrícia, namorada de Franklin Soares.

Ainda segundo o documento, o suspeito disse na delegacia ?ter tido relações sexuais com mais uma criança, de 7 anos, e com uma adolescente para a qual ele pagou R$ 10?. No boletim de ocorrência, ele afirmou ainda que há sete anos vem praticando o crime e que antes de ter as relações embebedava as vítimas com vinho.

Fonte: G1