Mulher revela que foi estuprada por vinte integrantes de torcida do Vasco

Eles me prenderam em uma cama. Enquanto um me segurava, os outros começaram a me estuprar, disse ela

A Polícia Civil do Rio investiga o caso de estupro que teria acontecido após um churrasco de confraternização de torcidas organizadas. O inquérito foi aberto pela delegacia de Todos os Santos (26ª DP). A festa aconteceu no dia 23 de março, na Freguesia, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio.

A vítima, de 50 anos, contou à polícia que, depois do evento, pegou carona com três homens para voltar para casa. No entanto, ela foi levada para uma casa na Zona Norte do Rio, onde teria sido estuprada. A mulher, que pede para não ser identificada, contou que foi violentada por cerca de 20 homens.

- Eles me prenderam em uma cama. Enquanto um me segurava, os outros começaram a me estuprar. Eles ligaram para outros homens que faziam parte da torcida. Eles fizeram fotos e vídeos, afirmou a mulher. A mulher contou que foi liberada no Engenho de Dentro por volta das 23h30 e pediu ajuda a policiais militares.

De acordo com a vítima, os agressores são integrantes de uma torcida organizada do Vasco. Ela pertencia a uma agremiação do Fluminense. O delegado Carlos Augusto Leba, responsável pelas investigações, aguarda exames feitos no Instituto Médico Legal. Ele afirmou que três suspeitos estão sendo identificados.

Fonte: Radio Globo