Mulher do pedreiro Amarildo é detida em protesto na Rocinha

Mulher do pedreiro Amarildo é detida em protesto na Rocinha

Na Delegacia, Elisabete prestou depoimento e foi liberada

A mulher do ajudante de pedreiro Amarildo de Souza, que desapareceu em julho após ser levada por PMs para a UPP da Rocinha, no Rio de Janeiro, foi detida na manhã deste sábado por tentativa de lesão corporal, desacato e resistência, de acordo com a Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Elisabete Gomes da Silva participava de um protesto na Rocinha quando foi presa por policias da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade, após ter tentado agredi-los, segundo a Polícia Civil.

Elisabete foi encaminhada à 11ª DP (Rocinha), onde prestou depoimento, assinou um termo circunstanciando e foi liberada. O caso será encaminhado ao Juizado Especial Criminal (Jecrim).

Fonte: Terra