Mulher é morta após discussão em boate

Vítima de 25 anos estava com mais duas pessoas quando foi baleada

A Polícia Civil de São Paulo investiga se uma mulher de 25 anos foi morta a tiros, na madrugada do último domingo (27), por causa de uma discussão ocorrida horas antes numa casa noturna na Avenida Sumaré, na região de Perdizes. Thalia Rimena Ribeiro Simões de Oliveira Tidei morreu ao chegar de carro na porta de casa, na Zona Norte, na companhia de mais duas pessoas. Os criminosos estavam numa moto.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado no 13º Distrito Policial, divulgado nesta quinta-feira (1º) pela Secretaria da Segurança Pública do Estado de SP, um homem de 26 anos e uma adolescente de 17 anos, que estavam com a vítima, também foram atingidos pelos disparos efetuados por dois homens numa moto. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o auxiliar administrativo está internado e os médicos analisam se ele passará por cirurgia. A garota levou um tiro na perna e não corre risco de morte.

Ainda, segundo o depoimento da sobrevivente, o grupo estava numa boate. Quando se preparavam para sair do local, os três tiveram uma pequena discussão com uma outra mulher. Em seguida, foram de carro para a casa da vítima, na Rua Ernanes Salomão Rosa Ribeiro, na Casa Verde, Zona Norte da capital.

A adolescente relata que, por volta das 5h35 de domingo, foram surpreendidos pelos agressores, que estavam numa moto e atiraram diversas vezes contra o trio. Nada foi roubado. Os criminosos fugiram e ainda não foram identificados ou presos.

O caso é apurado pelo 13º DP, mas o delegado titular Renato Fernandes não vai comentar o assunto, segundo a secretaria da Segurança.

Fonte: g1, www.g1.com.br