Mulher informa sobre tráfico e é baleada na z.Sul de THE

A violência e a lei do silêncio imperam na zona sul de Teresina.

A violência e a "lei do silêncio" imperam na zona sul de Teresina. Por fornecer informações à polícia que possibilitariam a prisão de pessoas envolvidas com o tráfico de drogas na região, Maria da Paz Almeida foi baleada por bandidos em sua residência, no bairro Palmeirais, na Rua 7.

Por volta das 12h, deste domingo, 17, um bandido chegou de moto, parou, puxou um revólver e fez vários disparos contra a dona de casa, que, assustada, se escondeu atrás do guarda-roupas. Um dos tiros atingiu o abdômen da vítima, que foi levada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e submetida a uma cirúrgia e passa bem.

?Eu escutei um balaço, foi quando minha sobrinha entrou na minha casa chorando e dizendo: corre, estão matando a minha mãe! Eu vi só um bandido numa pop preta, sem placa, com uma camisa azul?, descreve a vizinha da vítima.

O marido de Maria da Paz ainda conseguiu atingir o bandido na cabeça com um pedaço de tábua, mesmo assim, ele conseguiu fugir.

A população fala de todos os assuntos no bairro, menos sobre os traficantes. ?Eu apenas vou daqui para a Igreja e volto para dentro da minha casa e pronto. Eu não tenho o que dizer de ninguém. Bocas (de fumo) existem por aí. De vez em quando arrebentam uma delas, mas a gente fica de fora e não falamos nada. A gente deixa para a polícia resolver?, diz uma pessoa que mora na região.

Dentre as regiões de Teresina mais afetadas pela violência estão o Promorar, Irmã Dulce, Santo Antônio e vilas que ficam no entorno desses bairros com casos de execuções e até carbonização de corpos.

Fonte: Denison Duarte