Mulher é condenada após vender barco do ex ao ser trocada por outra

Kathleen Helman falsificou documento para consumar a venda.

A norte-americana Kathleen M. Helman, de 52 anos, foi condenada na segunda-feira (1) a um ano de liberdade condicional em Fox River Grove, no estado americano de Illinois, acusada de vender o barco de seu ex-namorado após ele trocá-la por outra.

Segundo reportagem do jornal "Daily Herald", a mulher fez um acordo para evitar uma pena mais pesada. Além da condicional, ela terá que pagar uma multa de US$ 500 e prestar 30 horas de serviços comunitários.

Além disso, ela deverá retornar ao tribunal em uma audiência no dia 7 de maio, quando o juiz irá determinar o valor da restituição que ela deverá fazer ao ex-namorado como parte da indenização pela venda do barco.

Kathleen falsificou um documento em agosto de 2006 para consumar a venda não autorizada. Inicialmente, ela havia sido acusada de roubo entre US$ 10 mil e US$ 100 mil, em um crime em que a pena vai de três a sete anos de prisão.

De acordo com o jornal, a mulher vendeu o barco por US$ 21 mil para um homem do estado de Minnesota. Apesar de Kathleen ter falsificado documentos, a Justiça autorizou o comprador a permanecer com a embarcação, já que ele não sabia da fraude.

Fonte: g1, www.g1.com.br