Mulher é detida; PM encontrou ossadas em terreiro de Candomblé

Mulher é detida; PM encontrou ossadas em terreiro de Candomblé

Laudo que comprova se ossadas são humanas deve ficar pronto em 30 dias.

Uma mulher de 38 anos foi detida depois que a Polícia Militar (PM) encontrou uma ossada semelhante à humana na casa dela, nesta segunda-feira (18), em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a PM, no local funciona um centro de Candomblé.

Segundo a polícia, a corporação foi acionada por meio de uma denúncia anônima. De acordo com a PM, os ossos estavam guardados em um saco plástico. Entre ele, havia um crânio intacto e outro em pedaços.

Depois de ter sido abordada pelos militares, a mulher começou a apresentar alterações de comportamento. A voz e a fisionomia dela mudaram, além disso, pediu que trouxessem bebida e cigarros para ela. A mulher também confessou, segundo a polícia, que recebeu as ossadas há cerca de dois meses de uma frequentadora do centro de Candomblé. Ela estava alterada quando contou a informação para os policiais e disse que não poderia ser presa, pois era um espírito.

De acordo com a polícia, os ossos foram encaminhados ao Instituto Médico-Legal (IML) e vão ser analisados. O laudo deve ficar pronto em 30 dias. Segundo a Polícia Civil, a mulher foi ouvida e liberada.

Fonte: g1, www.g1.com.br