Mulher é flagrada tentando entrar em presídio do PI com 10 baterias

Jovem tentou entrar na Casa de Custódia com objetos escondidos

Os agentes penitenciários que atuam na Casa de Custódia de Teresina flagraram, na tarde desta terça-feira (28), uma mulher tentando entrar no presídio com dez baterias de celular escondidas nas partes íntimas. 

De acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí, as agentes descofiaram da jovem após o detector de metais do presídio alarmar. Ainda de acordo com o Sinpoljuspi, o material seria entregue a um detento identificado como Carlos Alberto de Sousa, preso naquela unidade prisional. 

A mulher, identificada como Ana Jaqueline Ferreira Matos, foi liberada e proibida de entrar no presídio por tempo indeterminado. 

Rebelião

A apreensão acontece apenas dois dias após uma rebelião que terminou com a morte de 1 detento e a fuga de outros 27, dos quais apenas 2 foram recapturados. Os presos queimaram colchões e lençóis e só foram contidos 3 horas após a rebelião ter começado. 


Material apreendido (Crédito: Reprodução)
Material apreendido (Crédito: Reprodução)


Fonte: Portal Meio Norte