Mulher é morta a facadas após brincadeira com sandália; entenda

A acusada desferiu três golpes de faca na vítima.

 A universitária Mariza de Araújo Bahia, de 26 anos, foi morta a facadas durante uma briga em Parintins, município a 369 quilômetros de Manaus. A suspeita do crime, Marlene Barbosa da Silva, foi presa em flagrante. Segundo a Polícia Civil, o homicídio ocorreu em um posto de combustíveis e foi motivado por uma "brincadeira".

Em nota, a Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Parintins informou que a universitária brincava com uma sandália e atingiu a suspeita, que passava pelo local. As duas iniciaram uma discussão seguida de luta corporal. A suspeita desferiu três golpes de faca, que atingiram o pescoço e o tórax da universitária.

Mariza chegou a ser levada ao Hospital Padre Colombo Diocese, em Parintins, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Ela cursava o sexto período de Serviço Social na Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

A suspeita do crime foi presa logo após o ocorrido. Policiais encontraram Marlene em uma pousada. Segundo a Polícia Civil, ela não resistiu à prisão e confessou a autoria do crime.

Marlene, que já tinha cumprido pena em unidade prisional por tráfico de drogas, foi autuada em flagrante por homicídio qualificado, por motivo fútil. Ela foi encaminhada à Unidade Prisional Feminina de Parintins, onde irá permanecer à disposição da Justiça.

Vítima foi morta a facadas (Crédito: Reprodução)
Vítima foi morta a facadas (Crédito: Reprodução)

Assassina foi presa (Crédito: Reprodução)
Assassina foi presa (Crédito: Reprodução)

Fonte: Com informações do G1