Mulher é morta a facadas em apartamento; ex é suspeito, diz PM

Companheiro da vítima, segundo a polícia, é suspeito

Uma mulher foi morta a facadas na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio, na noite de quinta-feira (01). De acordo com a Polícia Militar, o corpo de Débora Bittencourt Chaves, de 32 anos, foi encontrado dentro de um apartamento localizado na Rua Sargento João Lopes, no bairro Jardim Carioca. Ela teria sido golpeada três vezes e não resistiu aos ferimentos.

Débora mantinha um relacionamento com um homem identificado como Milton da Silva, de 27 anos. Segundo a PM, ele, que é ex-presidiário e usa tornozeleira eletrônica, é suspeito de ter sido o autor do crime. Ele está foragido.

Na quinta-feira, Milton já havia sido conduzido até uma delegacia, após Débora chamar a polícia alegando ser vítima de ameaças por parte dele. O suspeito, no entanto, teria sido liberado no período da tarde, horas antes de o crime ser cometido, conforme informou a polícia. Ela já tinha uma medida protetiva contra ele.

Depois do assassinato, a filha da vítima de 10 anos foi localizada por policiais na casa de parentes — o próprio suspeito a teria levado até o local. Ainda não há informações se a menina presenciou o crime.


Fonte: Com informações do OGlobo