Mulher é morta a facadas na frente da filha de 7 anos em assalto

A mulher foi assassinada após dizer que não tinha dinheiro.

Na noite desta quinta-feira (14), uma mulher identificada como Cristiane de Souza Andrade, de 46 anos, levou duas facadas no pescoço na região central do Rio de Janeiro após dizer para o assaltante que não tinha dinheiro. O crime aconteceu na frente da filha dela, de apenas sete anos.

“Ela tinha saído de casa para ir ao mercado, como fazia sempre. Quando ela estava saindo do mercado um rapaz se aproximou dela, anunciou o assalto e pediu dinheiro. Ela disse que não tinha e ele simplesmente deu duas facadas no pescoço dela”, contou o filho da vítima, universitário Wallace de Souza Andrade, de 27 anos.

Todos os detalhes sobre o fato que aconteceu com Cristiane foi contado pela filha de apenas sete anos, que ajudou a socorrer a mãe.

“Foi complicado ter que ouvir tudo isso de uma menina de 7 anos, ela sabe que a mãe está ferida, mas ainda não tivemos coragem de contar que ela morreu. Não sabemos como dizer”, declarou Wallace.

Vivian Silva, de 47 anos, amiga de Cristiane, esteve no Hospital Souza Aguiar, onde a dona de casa foi atendida. Ela contou ter ouvido um relato da filha da vitima, que presenciou o crime e ficou desesperada.

“A garota me contou que, ao ver a mãe esfaqueada, desesperou-se e correu para o meio da rua. Um táxi que vinha em sua direção teve que parar bruscamente. Ao perceber a situação, o taxista colocou a menina e a mãe no carro e as levou para o hospital. A menina estava completamente desesperada. De cortar o coração”, disse Vivian.

Vítima de latrocínio (Crédito: Reprodução)
Vítima de latrocínio (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Jornal Extra