Mulher é morta na rua de José Serra

O tiroteio aconteceu na movimentada esquina das avenidas Interlagos e Nossa Senhora do Sabará

Oito pessoas foram baleadas na capital paulista por assaltantes que usavam motocicletas na quinta-feira (5). No Alto de Pinheiros, bairro nobre da Zona Oeste de São Paulo, uma mulher foi atingida com dois tiros na cabeça e morreu. Nesta sexta (6), a Polícia Civil divulgou a identidade da vítima: Rosália Albuquerque, de 37 anos. O crime ocorreu na rua onde mora o governador José Serra. Na Zona Sul, criminosos se envolveram em um tiroteio com dois policiais, deixando um mecânico morto e seis feridos.

O tiroteio aconteceu na movimentada esquina das avenidas Interlagos e Nossa Senhora do Sabará. Com medo, os comerciantes baixaram as portas. ?Na hora em que eu abri meia porta, começaram os tiros. Aí eu fechei e entrei aqui dentro?, disse um comerciante.

Os tiros foram disparados depois que quatro assaltantes tentaram roubar uma moto de dois policiais à paisana. Os PMs foram abordados no semáforo pelos homens, que vinham em duas motos. Os policiais reagiram. Um das balas matou o mecânico Wlliam da Silva, que seguia de moto para o trabalho.

?Eu nem sabia que estava acontecendo tiroteio. Ele só acelerou a moto e continou. Quando estava caído no chao falou que estava baleado?, disse José Antonio da Silva, tio da vítima. Mais seis pessoas também foram baleadas: os dois policiais, um homem e uma mulher que estavam na rua e dois passageiros de um ônibus.

Os bandidos conseguiram fugir. Imagens gravadas por câmeras de segurança podem ajudar a identificar os assaltantes. A polícia acredita que haja pelo menos mais um assaltante envolvido. Segundo a polícia, as motos têm sido usadas com freqüência nos roubos na capital.

Fonte: g1, www.g1.com.br