Mulher é presa acusada de furto em academia de SP

Segundo a polícia, a mulher se matriculava usando nomes falsos

Uma mulher de 29 anos foi detida pela polícia acusada de furtar, por três anos, dinheiro e cartões de créditos dentro de academias de alto luxo das zonas sul e oeste de São Paulo.

Segundo a polícia, a mulher se matriculava usando nomes falsos como se fosse uma aluna regular e chegava a pagar a mensalidade dos estabelecimentos por um mês, gastando em torno de R$ 300.

Dentro do vestiário, aponta a polícia, ela roubava carteiras e chegava a arrombar os armários das mulheres que estavam tendo aula. Com um único cartão de crédito, ela chegou a efetuar R$ 2.000 em compras. Foi identificada por câmeras.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br