Mulher é presa acusada de tentar trocar filha de 13 anos por drogas

Mulher é presa acusada de tentar trocar filha de 13 anos por drogas

Segundo a polícia, a menina seria trocada por drogas e abrigo numa casa da favela.

Nas costas, ao lado do rosto de um bebê, a frase em tinta: ?Meus filhos, minha vida?. O amor declarado na pele, contudo, não impediu X., de 34 anos, de tentar vender sua filha, então com 13, ao traficante Leandro de Jesus Bento, o Tiririca, gerente de uma boca de fumo no Morro do Urubu, em Piedade, na Zona Norte do Rio. Segundo a polícia, a menina seria trocada por drogas e abrigo numa casa da favela.

A mulher foi presa nesta quinta-feira, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, por homens da Delegacia de Criança e Adolescente Vítima (DCAV). A negociação teria ocorrido em 2011. Na ocasião, X. chegou dizer ao pai da criança que ela teria fugido com um criminoso, e que possivelmente estaria morta. O homem cogitou ir à polícia, e estranhou quando a ex-companheira tentou demovê-lo.

O pai da adolescente acabou a encontrando na casa de uma moradora do próprio Morro do Urubu. A menina contou, então, que apanhava constantemente da mãe, e que fugiu ao saber de seus planos de trocá-la por drogas.

O ex-marido e a filha relataram que X. seria dependente de cocaína e maconha. Na delegacia, entretanto, a mulher negou que faça uso de drogas. Ela é mãe de cinco filhos, com idades entre 4 meses e 16 anos ? todos de pais diferentes.

De acordo com o delegado Marcello Maia, responsável pelas investigações, a demora em efetuar a prisão se deu pelo fato de X. morar numa área dominada pelo tráfico. Tiririca chegou a ser preso em 2012 por outros crimes, mas obteve liberdade em fevereiro deste ano e, ainda segundo Maia, encontra-se atualmente foragido.

X. vai responder por crimes como exploração sexual, promessa de entrega do filho a terceiro mediante recompensa e coação, já que teria ameaçado a filha para que ela mudasse sua versão junto à polícia. Já a menina, hoje com 16 anos, mora com o pai em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio.





Fonte: Extra