Mulher é presa após desenhar folha de maconha em cabelo de bebê; veja

A mulher afirmou não saber que os desenhos faziam apologia à maconha

Uma mulher de 25 anos foi presa na cidade de Santa Maria do Suaçuí (MG), após ordenar a um cabelereiro que desenhasse símbolos que fazem apologia à maconha no cabelo de seu filho, de 1 ano e 5 meses.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Marcelo Teotônio de Castro, Vânia Aparecida da Silva foi levada à delegacia da cidade na segunda-feira, depois que policiais militares a abordaram e estranharam desenhos feitos no cabelo da criança, que tinha no lado esquerdo uma folha de maconha e no direito o símbolo 4:20, considerado como um código que identifica usuários da droga.

Por conta do horário, Vânia foi intimada a retornar à delegacia na manhã de terça-feira, quando foi autuada em flagrante por corrupção de menores e apologia ao crime. ?Ela não mexeu no cabelo da criança entre a segunda e a terça. Quando vi do que se tratava a autuei em flagrante?, afirmou o delegado.

De acordo com o delegado, Vânia afirmou não saber que os desenhos faziam apologia à maconha. ?Ela disse que viu os desenhos na internet, que achou bonito e, por isso, decidiu fazer no cabelo do filho?, disse Castro. Após a prisão de Vânia, o menino foi encaminhado ao Conselho Tutelar da cidade. Como o pai da criança morreu, ela foi encaminhada a seus familiares.


MG: mulher é presa após desenhar símbolo de maconha em cabelo de bebê

O cabelereiro responsável pelo corte, Leonardo Rodrigues dos Santos, 26 anos, depôs nesta quinta-feira e afirmou que também não sabia que os desenhos faziam referência à droga. ?Ele disse que não queria fazer o desenho, mas que ela (Vânia) ameaçou não pagar o corte caso ele não fizesse, e ele então cortou?, disse o delegado. Apesar da alegação, Leonardo deverá ser indiciado como coautor nos crimes, segundo o delegado.

Fonte: Terra