Mulher abandona a própria filha de 3 meses; bebê foi encontrado morto

O crime aconteceu no distrito de Engenheiro Pedreira, onde Daniele Costa, de 24 anos, teria surtado

Uma mulher foi presa na tarde desta sábado acusada de abandonar a própria filha, um bebê de três meses de idade encontrado morto em Japeri, na Baixada Fluminense. O crime aconteceu no distrito de Engenheiro Pedreira, onde Daniele Costa, de 24 anos, teria surtado e abandonado a filha Flávia Costa, de 3 meses, num matagal ao receber a visita de uma equipe do Conselho Tutelar. Um conselheiro tutelar apurava denúncia de que Daniele estaria praticando maus tratos contra os três filhos, além da bebê, outras duas crianças de 4 e 6 anos de idade.


Mulher é presa por abandonar filha de três meses. Bebê foi encontrada morta em Japeri

Quando percebeu que os filhos seriam levados pelo Conselho Tutelar, Daniele teria se descontrolado e apertada a filha caçula contra o peito. A vendedora Elizângela Ferreira Teixeira, de 36 anos, vizinha de Daniele, contou que a acusada fugiu para um matagal.

? Ela apertava a menina e gritava que preferia matar do que entregar para o Conselho Tutelar. Ela fugiu com a menina para o mato e depois o filho mais velho encontrou o corpinho da bebê ? contou Elizângela.

Daniele fugiu, mas acabou presa por policiais militares que foram acionados para o local. A mulher foi levada para a 63ª DP (Japeri), onde o caso está sendo registrado. O corpo da criança foi removido para o IML de Nova Iguaçu.


Mulher é presa por abandonar filha de três meses. Bebê foi encontrada morta em Japeri

O delegado Cassiano Conte, explicou que a mulher foi presa pelo crime de abandono de incapaz resultante em morte. No entanto, o delegado disse que aguarda o laudo cadavérico que será feito pelo IML para determinar a causa da morte.

?O corpo do bebê não apresentava sinais de maus tratos ? disse o delegado, que também solicitará à Justiça que seja pedido um exame de sanidade mental em Daniele.

? Ela está em surto. Parecia estar sob efeito de alguma droga. Disse que quem matou a criança foi o marido. Mas até agora entendo que no surto ela tenha tentando esconder a criança, que foi abandonada, resultando na morte.

Danielle será transferida amanhã apara o Complexo Penitenciário de Bangu. Os dois filhos maiores ficarão sob a responsabilidade do Conselho Tutelar.

Uma irmã de Daniele foi até o local do crime. Ela contou que esteve com Daniele na última quinta-feira e não notou qualquer problema.

? Ela nunca pediu nenhum tipo de ajuda. Tinha muitos ciúmes dessas crianças. Esteve comigo anteontem e não notei qualquer problema. Fiquei sabendo do que aconteceu agora de tarde e vim para cá ? disse Lucimara Soares, de 37 anos.

De acordo com vizinhos as crianças costumavam ser agredidas pela mãe, que seria dependente química. Na sexta-feira uma equipe do SAMU esteve na casa de Daniele para internar um irmão da mulher que também morava no local. O rapaz, de 24 anos, é portador de tuberculose. A equipe do SAMU acionou o Conselho Tutelar ao perceber as condições em que as crianças viviam com a mãe.

? As crianças eram mal tratadas. Ligava para familiares da Daniele e pedia para pegarem a crianças. Elas apanhavam muito ? contou a vizinha Elizângela.

Fonte: Extra