Mulher é presa por mandar marido matar homem que maltratou seu gato

Ilzana teria amolado um facão e exigido que seu marido, Valdinei, matasse Linaldo.

Uma agressão a um gato causou a morte de um homem, na rua Três Amigos, no bairro de Lobato, em Salvador. Segundo a Polícia Civil, Linaldo da Paixão Santos, 34 anos, foi assassinado a golpes de facão por Valdinei Rodrigues dos Santos, conhecido como Nei, 22 anos, depois de ter discutido com a mulher do agressor, a dona de casa Ilzana Oliveira Santos de Brito, 49 anos, por um suposto maltrato ao animal de estimação do casal. O caso ocorreu na segunda-feira, mas só foi divulgado nesta quarta-feira.

Segundo a polícia, após discutir com a vítima por conta de uma agressão ao gato, Ilzana teria amolado um facão e exigido que seu marido, Valdinei, matasse Linaldo.

De acordo com a delegada Klaudine Passos, titular da 3ª Delegacia de Homicídios, a vítima foi atingida no braço e na cabeça, e morreu a caminho do hospital.

Segundo a polícia, após o crime, Ilzana sofreu ameaças de linchamento de pessoas do bairro. Revoltada, a população local destruiu a casa da mulher. A PM foi chamada ao local e prendeu a suspeita, que foi encaminhada ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Ilzana foi autuada em flagrante por homicídio. Segundo a polícia, ela foi encaminhada ao sistema prisional. O presídio para o qual ela foi levada não foi informado. Valdinei é procurado pela polícia.

Fonte: Terra