Mulher é presa suspeita de envenenar a sogra em hospital

A suspeita, namorada da filha da idosa, foi presa.

A Polícia Civil investiga o caso de envenenamento de uma idosa de 79 anos dentro da Santa Casa de Adamantina, no interior de São Paulo. A mulher foi internada no dia 14 com mal súbito e iria receber alta na sexta-feira (16). A nora da idosa, de 36 anos, é suspeita de ter cometido o crime para ficar com o dinheiro da vítima. A suspeita, namorada da filha da idosa, foi presa.

Segundo o hospital, o quadro de saúde da vítima piorou repentinamente e ela foi encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa. Os médicos revisaram a sonda que foi utilizada na mulher e encontraram restos de uma substância tóxica. Para a Polícia Civil, houve tentativa de homicídio. A investigação aguarda o laudo com o resultado do teor da substância encontrada na sonda.

A delegada Patrícia Vasquez pediu a prisão temporária da namorada da filha da paciente, que a acompanhava na internação. A suspeita está na Cadeia de Dracena, também no interior paulista, e foi indiciada por tentativa de homicídio. ?Provavelmente usou chumbinho, veneno para ratos, mas isso vai ser confirmado com o Instituto de Criminalística. Tudo já foi enviado para posterior perícia?, disse a delegada.

A polícia apura também se o mal súbito que levou a mulher ao hospital não foi causado por alguma substância.

A Santa Casa de Adamantina informou que a idosa tem direito a um acompanhante e, quando os médicos perceberam que o estado de saúde dela se agravou, tomaram todas as medidas necessárias, inclusive sobre a suspeita de envenenamento, comunicando à polícia.

A paciente se recupera bem e deve ter alta do hospital nesta quarta-feira (21).

Fonte: G1