Mulher é sequestrada e executada após expulsar enteado de casa

Maria tinha sinais de violência no pescoço, na cabeça e no ombro

A dona de casa Maria Cristina da Silva, de 45 anos, foi sequestrada e executada no bairro d em Salvador.  Ela foi morta a mando do enteado Isac Oliveira de Souza, 19. Três homens invadiram a casa dela, amarraram o marido da vítima, Mauro Lopes, e sequestraram a mulher.


Image title

— Tudo começou por causa de uma briga entre meu filho e eu, ela não tinha nada a ver. Ele queria bater em mim e nela com um pedaço de pau. Chamei uma viatura para acalmar e ele ficou pior ainda. Ele me disse, de tarde, que ia fazer uma 'bagaceira' na família toda e eu não acreditei.

As investigações apontaram que Isac e Maria não tinham uma boa relação e, no dia do crime, tiveram mais uma discussão, terminando com a madrasta colocando o enteado para fora de casa. Isac prometeu se vingar.

A vítima teve o corpo enterrado pelos assassinos em um terreno baldio, Maria tinha sinais de violência no pescoço, na cabeça e no ombro, provocados por faca e revólver, tendo sido encontrada com as mãos e os pés amarrados.

Na delegacia, Isac negou o crime e disse que não entende por que o pai o está acusando. Ele confirmou que não tinha uma boa relação com a madrasta, mas disse que ela brigava com várias pessoas da rua.


Fonte: Com informações do R7