Mulher é suspeita de matar a nora a facadas após descobrir traição

Renata Santos foi atingida com duas facadas no pescoço e não resistiu aos ferimentos

Uma mulher de 59 anos foi presa suspeita de ter assassinado a nora, uma jovem de 25 anos, por ter desconfiado que ela traia o marido. Outras duas pessoas foram presas suspeitas de participar do crime em Campina Grande, na Paraíba, na madrugada deste domingo.

Renata Santos foi ferida com duas facadas no pescoço e não resistiu aos ferimentos. Uma amiga de Renata, uma jovem de 22 anos, foi ferida com pedradas na cabeça. As duas foram socorridas e levadas para o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, onde uma delas morreu.

Segundo a Polícia Militar, o marido da vítima está preso e a sogra e cunhada passaram a desconfiar de uma traição. Elas moravam na mesma casa. Testemunhas disseram que elas começaram a discutir ainda no sábado (23) e durante a madrugada atacaram a jovem.

Vizinhos chamaram a polícia quando perceberam o assassinato. Eles tentaram bater nas suspeitas, mas foram impedidos com a chegada dos agentes. Uma envolvida conseguiu fugir. As detidas foram indiciadas por homicídio e lesão corporal.

Fonte: r7