Mulher embriagada mata bebê em acidente: "Não abro mão da bebida"

"Agora ela vai se divertir na cadeia", declarou o delegado do caso.

No último domingo (14), uma mulher com sinais de embriaguez provocou um grave acidente que resultou na morte de um bebê de nove meses na Rodovia Francisco José Ayub, em São Paulo. De acordo com informações da Guarda Municipal, Maria de Lurdes Marinho, de 55 anos, atingiu o carro onde estavam Juliana Lucas Flora e seus dois filhos Igor Kamenseki e Lorena Kamenseki, de 9 meses.

A bebê morreu no local do acidente devido aos graves ferimentos. O menino foi levado para o hospital onde está internado sem perigo de morte, já a mãe teve ferimentos leves, foi atendida e lerda.

Segundo o delegado do caso, Gilberto Montenegro, a motorista ‘não abria mão de beber e se divertir’. “Não foi possível fazer o teste do bafômetro mas dava para ver claramente que ela estava embriagada. Testemunhas disseram que ela fazia zigue-zague na pista e o seu nível de embriaguez era muito grande”, afirmou.

Ainda de acordo com ele, essa não é a primeira passagem da mulher na delegacia. “Eu já tinha atendido ela por conta da sua postura em relação a bebida. Nas palavras dela não abria mão de se divertir e beber, agora vai se divertir na cadeia”, disse o delegado.

Lorena, de nove meses, não resistiu (Crédito: Reprodução)
Lorena, de nove meses, não resistiu (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1