Mulher Filé deixa delegacia sem reconhecer suspeito de tê-la agredido e assaltado em fevereiro, no Rio

Mulher Filé deixa delegacia sem reconhecer suspeito de tê-la agredido e assaltado em fevereiro, no Rio

A Mulher Filé chegou à delegacia por volta das 16h, acompanhada da mãe, Kássia de Simone, e de uma amiga

Um imprevisto impossibilitou que a funkeira Yani de Simone, a Mulher Filé, reconhecesse pessoalmente, nesta quarta-feira, na 60ª DP (Campos Elíseos), um homem preso acusado de envolvimento no sequestro relâmpago que a dançarina sofreu, em 22 de fevereiro deste ano, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Na ocasião, ela foi agredida e teve pertences roubados. Anderson Vicente da Silva, de 33 anos, seria levado da Polinter à 60ª DP para o reconhecimento, mas antes disso fora transferido para o Presídio de Água Santa, na Zona Norte do Rio.

A Mulher Filé chegou à delegacia por volta das 16h, acompanhada da mãe, Kássia de Simone, e de uma amiga. As três deixaram o local cerca de uma hora depois. O reconhecimento pessoal foi remarcado para esta quinta-feira, no Presídio de Água Santa. Anderson foi preso na terça-feira no Jardim América, acusado de envolvimento num outro roubo. Contra ele, havia um mandado de prisão expedido pela Justiça.

Fonte: Extra, extra.globo.com