Mulher grávida de quatro meses morre com oito tiros dentro de casa

Polícia acredita que o crime tenha sido motivado por acerto de contas

Uma mulher grávida de quatro meses morreu com 16 tiros na madrugada desta quinta-feira (11) dentro de casa em Ceilândia, região administrativa do DF.

A polícia acredita que o crime tenha sido motivado por um acerto de contas, uma vez que a vítima teria feito ameaças ao acusado e era suspeita de estar envolvida em um assassinato anterior, de uma pessoa que seria amiga do agressor.

Os moradores acionaram a polícia por volta da 0h30, depois de ouvirem pelo menos 16 disparos. A polícia informou que oito balas acertaram a moça.

Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas e chegaram a prestar os primeiros socorros, mas a mulher não resistiu aos ferimentos e morreu antes de ser levada ao hospital.

Testemunhas prestaram depoimento e disseram que o homem usava máscara, casaco e provavelmente não teria ido muito longe. Por conta disso, a polícia fez uma busca e encontrou o rapaz poucas horas depois e o prendeu.

Em depoimento, o jovem confessou o crime. O caso está registrado na 15ª DP (Ceilândia Centro), que continua investigando o caso.

A perícia foi feita no local e o resultado deve sair nos próximos 30 dias. O agressor vai responder por homicídio e poderá pegar até 15 anos de prisão.

Fonte: r7