Mulher diz que foi abusada por amante para marido não descobrir sua traição

Falsa vítima manteve relações sexuais com o amante, que conhece há cerca de 20 anos

A Polícia Militar de Pedra Azul, no Vale do Jequitinhonha, atendeu uma ocorrência inusitada na tarde da última terça-feira (28). Os militares foram procurados por J.J.B., de 41 anos, que alegava ter sido estuprada por R.P.S, 42 anos. De acordo com o relato da vítima, o homem teria feito ameaças contra ela utilizando uma arma de fogo.

No entanto, ao ser localizado pelos militares, o suposto estuprador deu uma história diferente: ele confirmou que havia mantido relações sexuais com a mulher, mas que o ato foi consensual. Ainda segundo R., ele e a falsa vítima se conhecem há cerca de 20 anos e chegaram a namorar no passado. Recentemente, se reencontraram pelo Facebook e têm conversado com frequência. Ontem, decidiram se ver pessoalmente e acabaram fazendo sexo.

Confrontada, a mulher confirmou a história e argumentou que havia inventado o estupro por medo de o marido descobrir a traição. Segundo ela, o hematoma que tinha em seu braço esquerdo foi causado pelo nervosismo diante da situação. O casal foi levado para prestar esclarecimentos e o caso foi encaminhado para a 9ª delegacia de polícia da cidade.

Fonte: r7