Mulher leva tiro no olho e escapa ao se fingir de morta

Segundo a versão dela, o homem foi assassinado com três tiros e a criança sequestrada

A Polícia Militar de Minas Gerais socorreu, na madrugada deste sábado, Marileide Souza Aguiar, 45 anos, que foi atingida por um tiro no olho e sobreviveu após se fingir de morta. Ela disse aos policiais que estava em casa com o marido e a sobrinha, um bebê de 3 meses, quando um trio invadiu a residência. Eles foram levados para as margens do rio Paraopeba, na Grande Belo Horizonte.

Segundo a versão dela, o homem foi assassinado com três tiros e a criança sequestrada. Marileide foi encaminhada ao Hospital João XXIII, na capital mineira, e não corre risco de vida. Os bombeiros fazem buscas no rio para localizar o corpo da vítima.

Fonte: Terra