Mulher mantida em cárcere privado chama polícia por torpedo

A vítima contou que além de ser mantida presa, também era ameaçada de morte

A Polícia Militar (PM) da Bahia conseguiu libertar uma mulher que era mantida em cárcere privado em um hotel no bairro Barroquinha depois que ela fez contato através de uma mensagem enviada pelo celular. Os policiais foram ao local no sábado pela manhã e prenderam Joel Santana de Sá, acusado de manter a mulher trancada no quarto do hotel.

A vítima contou que além de ser mantida presa, também era ameaçada de morte. Ela disse que viajou de Itambé, no centro-sul da Bahia, para Salvador porque recebeu uma proposta de emprego do suspeito.

De acordo com a PM, ela não tinha sinais aparentes de maus tratos. Com o suspeito, a PM apreendeu 12 peças de bijuteria, uma carteira da Polícia Federal, vários remédios de uso controlado e materiais de sex shop.

Joel está preso na Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur) e vai responder por crime de cárcere privado. A pena vai de dois a cinco anos de prisão.

Fonte: Terra