Mulher paga conta de traição em motel após assassinato do marido

A mulher teve que pagar a conta do estabelecimeto deixada pelo marido e a amante.

Além de providenciar os trâmites legais para enterrar o marido morto a tiros em Salvador, uma mulher (que teve o nome preservado) foi surpreendida com a notícia de que teria que pagar a conta em um motel onde a vítima havia passado a noite com a amante.

Quando ia buscar o corpo de Romilson Dias, 41 anos, no Instituto Médico Legal, a mulher descobriu que ele não portava o documento de identidade, e que o havia deixado em um motel da cidade na noite anterior como garantia de pagamento enquanto ia até em casa buscar dinheiro.

A mulher teve, então, que pagar a conta do estabelecimeto deixada pelo marido e a amante para conseguir obter o documento e fazer o enterro da vítima. Romilson foi assassinado na noite da última terça-feira, logo após sair do motel com a amante.

No caminho para casa, eles deram carona a três vizinhos, e o grupo seguiu rumo ao bairro de Pirajá Velho. Os homens renderam o casal, desviaram do caminho original e atiraram nos dois. Romilson morreu no hospital e a mulher permanece internada no Hospital do Subúrbio. A vítima já tinha passagens pela polícia por assalto e tráfico de drogas.

Fonte: Terra