Mulher que agrediu cachorro diante dos filhos presta depoimento

Após torturar cão, mulher pode perder guarda dos filhos

Uma mulher que é acusada de ter agredido um filhote de cachorro na última sexta-feira, em Porto Alegre, presta depoimento na Delegacia de Polícia para Crianças e Adolescentes (Deca) desde as 10h30 desta terça-feira, no bairro Praia de Belas. Segundo o delegado Andrei Vivan, responsável pelo caso, além das agressões ao cão, a mulher é acusada de maus tratos aos filhos, um menino de 3 anos e uma menina de 3 meses.

Na última sexta-feira, ela foi filmada por vizinhos enquanto agredia um cachorro da raça poodle na varanda do apartamento onde mora com a família, no bairro Protásio Alves, zona norte de Porto Alegre. O vídeo causou revolta entre os moradores, que chamaram o síndico e, com a ajuda do marido da agressora, resgataram o filhote. O cão recebeu cuidados médicos e foi adotado pelo subsíndico do condomínio.

Nas imagens, a mulher aparece orientando o filho de 3 anos a maltratar o cachorro. De acordo com o delegado Andrei Vivan, há relatos de "maus tratos e constrangimentos que (a acusada) aplica aos filhos". Ele pretende ouvir a mulher, além de testemunhas, para determinar se ela será indiciada. As crianças passarão por avaliação de psicólogos, segundo o delegado.

Fonte: Terra