Mulher relata caso de aborto praticado por Dona Neusa, em Teresina

Mulher relata caso de aborto praticado por Dona Neusa, em Teresina

Terminado o procedimento, a mulher conta que encontrou a amiga com fortes dores, e sangrando bastante. "Ela sofreu muito", relatou

Após a matéria de ontem, em que uma equipe da Rede Meio Norte desmascarou uma senhora que praticava abortos em Teresina, ela foi reconhecida por uma mulher que se diz testemunha de um caso de aborto. A mulher decidiu contar como aconteceu, mas pediu para ter sua identidade protegida.

A testemunha contou que, há mais de cinco anos, uma amiga pediu que ela a acompanhasse para fazer um aborto. Após perguntar para conhecidos, chegou a Dona Neusa. Ela relatou que, na época, a senhora atendia próximo ao estádio Verdão, em uma loja de artigos de umbanda.

Terminado o procedimento, a mulher conta que encontrou a amiga com fortes dores, e sangrando bastante. Havia ainda restos do feto dentro dela, e teve que ser internada por dois dias, com hemorragia e febre. "Ela sofreu muito", conta. O procedimento era feito com ajuda de uma sonda, sem anestesia. Dona Neusa teria cobrado R$ 400 pelo serviço. "Sou contra o aborto. Fui com ela por quê minha amiga pediu", disse.


Mulher relata caso de aborto praticado por Dona Neusa

O promotor de justiça João Mendes Benigno Filho disse que, há alguns anos, quando era delegado, já havia investigado Dona Neusa. Segundo ele, Dona Neusa já tem mais de 70 anos. O promotor se prontificou para ajudar o a Polícia Civil e o Ministério Público a prende-la. "Temos que dar um basta, isso é uma indústria terrível", disse o promotor.

As gravações feitas pela equipe da Rede Meio Norte foram entregues à Polícia Civil, que já investiga as denúncias.

Fonte: Andrê Nascimento