Mulher simula sequestro após flagrar o marido com amante

Mulher simula sequestro após flagrar o marido com amante

A família recebeu mensagens de texto pelo celular e uma foto da Jhenny amarrada e amordaçada.

A polícia encontrou no último sábado a industriária Jhenny Sand Farias Soares, 22 anos, que forjou o próprio sequestro após flagrar o marido, que está preso em Manaus (AM), na visita íntima com uma amante no dia 13 de outubro. A farsa só foi descoberta na tarde de segunda-feira, depois que a polícia passou a manhã tentando localizar a suposta vítima e seus familiares para darem informações sobre os suspeitos.

Segundo a família da industriária, no domingo, dia 13, ela foi visitar o marido na cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa, no centro, e o teria flagrado com a amante. Após a descoberta Jhenny teria surrado a mulher, que também tem parentes presos na mesma unidade prisional. Após esse fato, ela desapareceu. "Ela ligou e contou que tinha pegado o marido dela com a amante e que teria batido nela. Foi o último contato com a gente", contou a prima de Jhenny, a industriária Karol Soares.

Passados quatro dias do desaparecimento, a família recebeu mensagens de texto pelo celular e uma foto da Jhenny amarrada e amordaçada. Nesse mesmo dia, os parentes são surpreendidos por uma ligação onde ela chorava muito e aparentava estar desesperada. A ligação foi gravada pela reportagem que estava com a família no momento do telefonema.

Jhenny começou a falar com as primas e a mãe chorando muito, o que deixou todos desesperados. A família, a todo o momento, tentou saber onde ela estava e com quem estava, mas do outro lado da ligação a industriária chorava e falava que não sabia. Ela ainda disse para a família que estava na presença de três homens, que a ligação estava no viva voz e que eles iriam matá-la se a história fosse divulgada à imprensa. A ligação durou aproximadamente quatro minutos.

O caso foi então denunciado à Delegacia Especializada em Ordem Política e Social (Deops), que pediu sigilo na divulgação das informações sobre o que, até aquele momento, parecia um sequestro. Contudo, a polícia ficou intrigada com o fato de todos os contatos estarem sendo feitos a partir do telefone da vítima e dos supostos sequestradores não terem pedido nenhum resgate por ela. "A família estava desesperada, mas nos estranhou essa falta de resgate", afirmou o investigador Godofredo Silva.

No sábado à tarde, sete dias depois do sumiço da industriária, uma das primas dela entrou em contato com a reportagem para dizer que Jhenny Sand havia sido encontrada, mas que achou a história muito esquisita. Naquela mesma tarde, a família da suposta vítima se negou a receber a reportagem para esclarecer o que havia ocorrido.

Na segunda à tarde, o caso foi esclarecido pela Deops. Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil do Amazonas, ficou comprovado que a industriária enganou a família ao fingir o próprio sequestro. Ela teria montado a farsa para se vingar do marido, após flagrá-lo com a amante. De acordo com a polícia, o caso será arquivado e a mulher será submetida a um tratamento psicológico.


Mulher simula sequestro após flagrar marido com amante na cadeia

Fonte: Terra