Mulher tem corpo incendiando na frente da filha de seis anos

A filha da vítima, estava no quarto quando viu a mãe em chamas

Uma vigilante de 52 anos identificada apenas como Sônia, morreu após ter 90% do corpo queimado dentro da própria casa, na cidade de Vila Velha, no Espírito Santo. A ex-namorada da vítima é a principal suspeita de ter cometido o crime.

De acordo com informações da Polícia Militar, a suspeita teria jogado combustível no corpo da vítima, e fez um rastro até a porta, pelo lado de fora, e ateou fogo.

Com o corpo coberto de chamas, a vítima se desesperou e tentou chegar até o chuveiro. Ela conseguiu se molhar, mas a água não foi suficiente para apagar as chamas.

Mulher tem corpo incendiando na frente da filha de seis anos (Crédito: Reprodução)
Mulher tem corpo incendiando na frente da filha de seis anos (Crédito: Reprodução)


A filha da vítima, de seis anos, estava no quarto ao lado quando percebeu que a mãe estava com o corpo pegando fogo e, de uma janela pequena, gritou para pedir ajuda aos vizinhos. 

Segundo o irmão da vítima, a frieza e crueldade chocaram os familiares: " A intenção não foi só matar. A intenção foi ver minha irmã sofrendo em chamas".

Mulher tem corpo incendiando na frente da filha de seis anos (Crédito: Reprodução)
Mulher tem corpo incendiando na frente da filha de seis anos (Crédito: Reprodução)


Os vizinhos ainda chegaram a ver a suspeita de praticar o crime correndo. O corpo da vítima foi encaminhado para o DML (Departamento Médico Legal) de Vitória, onde será reconhecido e liberado por familiares. A suspeita de ter cometido o crime continua foragida.

Fonte: Com informações do R7