Mulher tem rosto e dedos decepados em tentativa de estupro

A vítima continua internada e passa por duas cirurgias

Uma mulher de 55 anos ficou com o rosto deformado e corre o risco de perder parte de uma das mãos após ter sido atacada a golpes de facão em via pública durante uma tentativa de estupro.

A vítima, identificada como Ana Lúcia dos Santos Ataíde, tem problemas mentais e foi agarrada pelo homem, quando saía de casa para comprar pão. O crime ocorreu na quarta-feira (7), no bairro São Lázaro, na Zona Norte de Macapá.

A câmera de segurança de uma escola registrou o momento em que a vítima é agredida. Em outro vídeo, publicado nas redes sociais por um familiar, a mulher aparece com a cabeça e as mãos enfaixadas, quando é levada para a ambulância dos bombeiros. 

Segundo a PM, o caso foi registrado por volta de 7h50 de quarta-feira. Após atacar a mulher, o homem fugiu do local, mas foi localizado horas depois no mesmo bairro após denuncia anônima.

Mulher tem rosto e dedos decepados em tentativa de estupro (Crédito: Reprodução)
Mulher tem rosto e dedos decepados em tentativa de estupro (Crédito: Reprodução)


Nas imagens, o suspeito aparece correndo atrás da vítima. Logo após ferir a mulher, o homem é visto andando tranquilamente na rua.

O vídeo publicado pela sobrinha da vítima no Facebook mostra a tia sendo levantada com muita dificuldade da calçada, contando com a ajuda dos bombeiros. 

Familiares e amigos da vítima dizem que o suspeito rondava a casa da família havia alguns dias. Eles acreditam que ele estaria vigiando a mulher, que habitualmente comprava pão todos os dias no mesmo horário. 

O suspeito é conhecido no bairro, ele é alcoólatra e anda pelas ruas durante todo o dia. No dia do episódio, os exames não registraram sinais de embriaguez.

"Toda manhã ela sai para comprar pão e nisso ele sempre a perseguia. Nesse dia, esse homem tentou arrastá-la. Minha tia tem problemas mentais e não sabe se defender, mas mesmo assim ainda correu. Ele foi atrás e quase que a decepou todinha. O rosto foi todo deformado. A cartilagem do nariz dela quase foi toda tirada, a cabeça está toda raspada por causa dos golpes e ainda corre o riso de perder dois dedos", relatou a sobrinha da mulher, Sabrina Pinheiro, de 22 anos.

Segundo o Hospital de Emergências (HE), a mulher foi liberada no mesmo dia. Mas a família a encaminhou para um hospital particular.

De acordo com parentes, a vítima passou por uma cirurgia na quarta-feira e uma outra, marcada para sexta-feira (9), tentará evitar uma amputação dos dedos. Ela consegue se comunicar e o quadro clínico é considerado estável.

O suspeito foi levado para a delegacia e em audiência de custódia foi decretada a prisão preventiva dele por tentativa de estupro e tentativa de homicídio. 

Fonte: Com informações do G1