Mulher tenta proteger filha em assalto e morre vítima de tiro

As duas adolescentes estão em choque por conta do que viram.

A funcionária pública Andréa Costa da Silva, 53 anos, morreu na frente da filha na noite de segunda-feira (8) em São Leopoldo, no Vale do Sinos, Rio Grande do Sul, havia relatado recentemente a familiares o medo de se tornar mais uma vítima da violência.



“Esta semana a gente tinha conversado sobre isso. Ela esteve na minha casa e disse: 'eu fiquei te chamando aqui porque estou com medo de ser assaltada'”, disse a irmã, Kátia Bender da Costa.

Andréa foi abordada por dois homens após sair do carro ao deixar a amiga da filha de 15 anos em casa. Ela desceu para tentar proteger as duas e acabou atingida com um tiro no peito. Os bandidos fugiram com o veículo.

Elas resolveram antecipar a volta da praia para a noite de segunda-feira para evitar o congestionamento esperado para esta terça (9).

Ainda não se não sabe ao certo o que aconteceu, até porque as testemunhas são as duas adolescentes ainda em choque por conta do que viram.

Casa da família (Crédito: Divulgação)
Casa da família (Crédito: Divulgação)
Fonte: Com informações do G1