Mulher tentou matar filha de três anos para reatar com ex-marido

Natália Lisboa Viana da Silva, de 20 anos, está presa em Mongaguá,

 A mulher suspeita de tentar matar a própria filha, de três anos, em Mongaguá, no litoral de São Paulo, cometeu o crime para reatar o relacionamento com o ex-marido. A Polícia Civil já pediu a prisão preventiva de Natália Lisboa Viana da Silva, de 20 anos, que segue detida à disposição da Justiça.

De acordo com a delegada titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da cidade, Alessandra Aparecida Tiritan de Souza, a mãe da criança deu entrada no hospital na última segunda-feira (13), dizendo que a filha havia ingerido água sanitária por acidente.


Image title

Três dias depois, na noite de quinta-feira (16), Nathália acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), relatando que a filha tinha ingerido o líquido novamente, também de forma acidental.

"Na segunda internação por conta do mesmo acidente, o caso acabou chamando a atenção dos enfermeiros, que acionaram a Polícia Militar, que trouxe a ocorrência até à DDM e, de início, percebemos que a história não se encaixava", explica a delegada.

Durante a manhã de sexta-feira (17), a delegada foi até a residência onde teria acontecido o acidente, acompanhada de investigadores, representantes do Conselho Tutelar e de Nathália.

A delegada percebeu durante a visita que o balde onde a criança teria tido contato com água sanitária ficava sobre uma prateleira, numa altura que impossibilitava o acesso da criança.

Fonte: Com informações do G1