Muro da clínica do médico acusado de 56 estupros é pichado

A defesa do médico entrou com pedido de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça

O muro da clínica do especialista em reprodução assistida Roger Abdelmassih, preso em São Paulo e acusado de estuprar 56 mulheres, foi pichado no final da noite desta quinta-feira (20) com os dizeres ?velho tarado? e a ?Justiça tarda, mas não falha?.

A clínica fica na Avenida Brasil, região dos Jardins, área nobre da cidade. A defesa do médico entrou com pedido de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ) nesta quinta para tentar libertá-lo. Apesar das acusações, a clínica de fertilização funciona normalmente. A assessoria de imprensa do local informou que, na manhã desta sexta, o muro já havia sido pintado e as incrições foram apagadas.

Fonte: g1, www.g1.com.br