Namorada do goleiro Bruno ficará 30 dias isolada em penitenciária feminina, em Minas

Namorada do goleiro Bruno ficará 30 dias isolada em penitenciária feminina, em Minas

Fernanda Gomes está em pavilhão de triagem de penitenciária feminina.

A namorada do goleiro Bruno de Souza, Fernanda Gomes de Castro, presa na quinta-feira (5), deve ficar 30 dias isolada no Pavilhão de Triagem do Complexo Penitenciário Feminino Estêvão Pinto, em Belo Horizonte. Fernanda está em uma cela de seis metros quadrados com vaso sanitário, chuveiro e cama.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), a namorada de Bruno chegou ao presídio por volta das 22h30 de quinta-feira, e recebeu um kit de higiene com escova de dente, creme dental e sabonete ? além de um uniforme igual ao usado pelas presas da unidade. Ela passou bem em sua primeira noite na prisão.

Nos próximos 30 dias, Fernanda deve contar com assistência médica e psicológica e só poderá receber visitas depois desse período. Ainda de acordo com a Seds, a presa tem direito a quatro refeições diárias: café da manhã, almoço, lanche e jantar. Ela só deve ter direito a banhos de sol a partir do 11º dia de prisão.

Prisão de Fernanda

A namorada do goleiro Bruno chegou ao Departamento de Investigações por volta das 18h30 de quinta-feira, depois de ser presa em Belo Horizonte. Ela estava no apartamento de Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, também na capital mineira quando foi detida.

Fernanda era a única que estava em liberdade entre os nove denunciados pela Promotoria de Contagem (MG) por envolvimento no desaparecimento e morte de Eliza.

Segundo o delegado Wagner Pinto, o mandado de prisão preventiva da jovem foi expedido pela juíza Marixa Fabiane Lopes, nesta quarta-feira (4). "Estávamos tentando cumprir o mandado desde ontem [quarta]. Com base em informações coletadas pela nossa investigação, conseguimos descobrir que ela estava escondida no apartamento do Macarrão."

Oito pessoas já haviam sido presas por envolvimento no caso: o goleiro Bruno; Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão; Marcos Aparecido dos Santos, o Bola; Sérgio Rosa Sales; Dayanne Souza; Elenilson Vítor da Silva; Flávio Caetano; e Wemerson Marques. Todos os acusados negam o crime.

Entenda o caso

Nascida em Foz do Iguaçu (PR), Eliza Samudio se mudou para São Paulo e posteriormente para o Rio. Em 2009, teve um relacionamento com o goleiro Bruno, engravidou e afirmou que o pai de seu filho é o atleta. O bebê nasceu no início de 2010 e, agora, está com a mãe da jovem, em Mato Grosso do Sul.

A polícia mineira começou a investigar o sumiço de Eliza em 24 de junho, depois de receber denúncias de que uma mulher foi agredida e morta perto do sítio de Bruno.

A jovem falou pela última vez com parentes e amigas no início de junho.

O corpo de Eliza não foi encontrado. Mas os delegados consideram a jovem morta.

Fonte: g1, www.g1.com.br