Namorado é suspeito de matar jovem de 17 anos com tiro na cabeça

Giovana era estudante e morava em Campos Gerais, Minas Gerais

André Soares Silva, de 28 anos, é suspeito de matar a namorada, a estudante Giovana Marangão Vieira, de 17, enquanto ela dormia na zona sul de São Paulo. Eles moravam em Minas Gerais e estavam na capital paulista a passeio.


Image title

O casal estava hospedado na casa de Beatriz Nascimento, de 19 anos, uma prima de André que presenciou o assassinato. A menina contou à polícia que dormia na mesma cama que Giovana quando André fez os disparos contra a cabeça da namorada. Questionado sobre o motivo do crime, André teria dito à prima que estava sendo traído.

André já sofreu de depressão e estava triste porque não conseguia emprego há um tempo e também porque estava perdendo o cabelo. Uma vizinha de Beatriz também disse à polícia que a motivação do assassinato seria uma suposta traição. Ela teria ouvido André dizer que "Giovana estava tirando com a cara dele e que pensava que ele não sabia de nada".

Quando a polícia chegou à casa de Beatriz, Giovana ainda estava viva e chegou a ser levada para o Hospital das Clínicas, mas não resistiu aos ferimentos. 

Nas redes sociais, o casal se mostrava bastante apaixonado. Após o crime, André fugiu da casa da prima e disse que iase esconder em outro Estado. A arma, de numeração raspada, foi apreendida pela polícia. Ele ainda não foi encontrado .


Fonte: Com informações do R7