"Não dei facada, só decepei o pescoço", diz assassino de sua ex

"Não dei facada, só decepei o pescoço", diz assassino de sua ex

O pedreiro Manuel Alves da Silva estaria inconformado com a separação.

Um pedreiro de cerca de 40 anos confessou ter matado a ex-mulher degolada com uma faca de cozinha em Japeri, na Baixada Fluminense. O pedreiro Manuel Alves da Silva estaria inconformado com a separação. Ele tinha um filho de dois anos com a vítima, identificada como Viviane de Lima Garcia, de 28 anos.

Na delegacia, o assassino admitiu ter cortado a garganta da mulher após uma discussão.

? Não dei facada. Só decepei o pescoço. Só isso.

Em entrevista à TV Record, Manuel não demonstrou arrependimento e fez planos para o futuro. Para ele, não será difícil retomar a vida normal.

? Nada mudou. Quando sair daqui, vou continuar a minha vida, trabalhando normalmente.

O crime aconteceu após a festa de aniversário de uma das filhas da mulher. Manuel esperou a ex-mulher voltar para e entrou no imóvel. Os dois começaram a discutir. Irritado, o pedreiro correu até a cozinha e pegou a faca. Segundo ele, Viviane implorou para não morrer.

? Ela pediu pra não morrer, para não fazer isso com ela. Mas era tarde.

Viviane foi encontrada com roupas íntimas na sala de casa. Para eliminar provar, o ex-marido jogou a arma do crime e as roupas dele e dela, sujas de sangue, no quintal do vizinho.

Fonte: r7