Neonazista que tirou foto 'enforcando' negro é condenado a 8 anos

Réu publicou imagem nas redes sociais com comentários racistas

O jovem que publicou nas redes sociais, em abril de 2013, uma foto simulando estar enforcando um morador de rua foi condenado no último dia 4 de maio a oito anos de prisão pelo TRF (Tribunal Regional Federal). Antônio Donato Baudson Peret, conhecido como Donato di Mauro,  aguarda em liberdade o recurso da decisão. Um amigo dele, Marcus Vinicius Cinha, também foi condenado e teve a pena convertida em serviço comunitário.

De acordo com a decisão da juíza Raquel Vasconcelos de Lima, o réu cometeu crimes previstos na Lei 7.716/1989, parágrafo 20, que dispõe sobre “praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”

O caso

No post, Peret defende a prática preconceituosa e acusa o suposto morador de rua de usar drogas no local. "Quer fumar "crackinho", quer? Em meio a praça pública cheia de criança?"

O próprio suspeito publicou no Facebook a infeliz imagem que protagoniza e faz questão de divulgar comentários racistas. Com a repercussão que o caso ganhou na capital, resolveu atacar a imprensa em uma das postagens. "Não tenho nada a dizer a vocês da mídia, aonde claro, sempre vão distorcer tudo. Não me procurem mais, não terão a entrevista para vender suas mentiras com seus jornaizinhos baratos cheio de sangue".

Image title

Fonte: Com informações do R7