Nigeriano é preso por suspeita de aplicar "golpe do dólar preto"

Para as vítimas, o golpista argumentava que possuía a moeda no exterior e não podia trazê-la, por vias legais, para o Brasil

Um nigeriano foi preso em flagrante na quinta-feira na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, por suspeita de aplicar um golpe conhecido por "conta do dólar preto". Segundo a Polícia Civil, o estrangeiro procurava empresários da capital federal e oferecia dólares, os quais eram pintados de preto para burlar a fiscalização alfandegária.

Para as vítimas, o golpista argumentava que possuía a moeda no exterior e não podia trazê-la, por vias legais, para o Brasil, pois assim não teria lucro por conta da tributação. Por esse motivo, tingia as notas, mas afirmava que, ao passar um removedor nas cédulas, a tinta era logo retirada e o dinheiro voltaria à cor original. Esse procedimento era demonstrado à vítima que, convencida do procedimento, acabava adquirindo a moeda falsa.

Fonte: Terra