Ninguém ajudou Elize Matsunagaa esquartejar corpo, diz delegado

A declaração contradiz laudo pericial que atesta que sangue de outro homem foi achado no apartamento.

O delegado Mauro Dias disse ter convicção de que Elize Matsunaga, 30, agiu sozinha no assassinato do marido, Marcos Matsunaga, 41. "Imagens do condomínio não mostram ninguém saindo da cena do crime, a não ser Elize", disse ele.


Ninguém ajudou Elize a esquartejar corpo, diz delegado

A declaração contradiz laudo pericial que atesta que sangue de outro homem foi achado no apartamento, indicando que Elize pode ter tido ajuda para esquartejar o corpo. O laudo aponta que um dos 30 cotonetes com amostras tinha uma mistura de sangue de mulher e de outro homem que não era Matsunaga.

"Eles espalharam luminol e coletaram sangue em vários pontos. Nesse cotonete não tinha luminol. É sangue que estava lá há tempos. Pode ser um monte de coisas. É invenção dizer que tinha outro homem com Elize. É só ver as imagens: no prédio não entrou e não saiu ninguém", afirmou Luciano Santoro, advogado de Elize.

Elize vem dizendo que fez tudo sozinha: matou e esquartejou o marido no apartamento do casal e espalhou partes do corpo em Cotia (Grande SP). Ela foi presa dias depois do crime e aguarda decisão se irá a júri popular.

Fonte: Folha