Delegado especial assume caso de professora que matou bandido. diz James

Delegado especial assume caso de professora que matou bandido. diz James

Mayara Machado se apresentou à polícia na tarde desta quarta-feira na companhia do seu advogado para prestar esclarecimentos

Todas as investigações acerca do atropelamento que levou à morte do assaltante Rafael da Costa Bastos, 30, no início desta semana, serão concentradas na Delegacia Geral de Polícia Civil, a confirmação foi feita pelo delegado James Guerra na manhã desta quinta-feira, 19. Segundo ele, um delegado especial estará à frente do inquérito.

A professora Mayara Machado, que dirigia o veículo que atropelou Rafael, se apresentou à polícia na tarde desta quarta-feira na companhia do seu advogado para prestar esclarecimentos. O atropelamento aconteceu nesta segunda-feira, 16, quando a professora tentativa recuperar os seus pertences roubados pelo assaltante.

Rafael era acusado de realizar diversos assaltos na capital. Em um deles, realizado em fevereiro de 2013, uma empresária teve a sua mala roubada; nela continha joias avaliadas em R$ 300 mil. Em conversa com a equipe de reportagem da Rede Meio Norte, ela afirmou que na época ajudou a polícia a identificar outras pessoas que tinham envolvimento com Rafael. À equipe de reportagem a empresaria afirmou também que conhecia a professora Mayara Machado.

Fonte: Denison Duarte