OAB apura denúncia de ingresso de crianças em times de futebol em troca de favores sexuais

OAB apura denúncia de ingresso de crianças em times de futebol em troca de favores sexuais

Vítimas denunciaram aliciadores; casos teriam acontecido em mais de um clube

A OAB-AM (Ordem dos Advogados do Brasil), seccional do Amazonas, se pronunciou e informou que vai apurar a denúncia feita de que crianças e adolescentes são alvos de exploração sexual em clubes de categoria de base em Manaus. Os primeiros casos chegaram até a OAB após denúncia das próprias vítimas.

Segundo o presidente da OAB-AM, Epitácio Almeida, ao menos quatro advogados de vítimas procuraram o órgão relatando que os menores de idade foram coagidos por técnicos e administradores dos times. Em relato, as vítimas disseram que foram chantageadas a ceder sexualmente para continuar no clube. Eles seriam obrigados a dormir na sede do local, onde ocorriam os abusos.

Uma operação será montada entre a OAB, Ministério Público, DPCA (Delegacia Especializada em Proteção à Criança e o Adolescente) e Juizado da Infância e da Adolescência. A intenção é identificar os envolvidos, que devem responder pelo crime de estupro de vulnerável.

Ao menos três times foram citados, mas os nomes das vítimas e possíveis suspeitos não foram divulgados porque o processo corre em segredo de Justiça.

Fonte: r7