OAB de Minas concede licença a Quaresma para se tratar contra o crack

OAB de Minas concede licença a Quaresma para se tratar contra o crack

Segundo OAB, enquanto estiver licenciado, Quaresma não pode advogar

O ex-advogado do goleiro Bruno, Ércio Quaresma, pediu licença à Ordem dos Advogados do Brasil de Seção Minas Gerais (OAB-MG) para tratamento médico. De acordo com a instituição, o pedido foi deferido nesta quarta-feira (24) e tem prazo de 30 dias, podendo ser prorrogado.

Ainda segundo a Ordem, enquanto estiver licenciado, Quaresma fica impedido atuar como advogado. Ele também fica afastado dos quadros da OAB-MG.

Apesar da licença, o julgamento do pedido de suspensão preventiva de Ércio Quaresma, marcado para o dia 30 de novembro, será realizado, de acordo com a OAB-MG. Os processos disciplinares que envolvem o advogado também continuam em tramitação.

Ércio Quaresma deve fazer um tratamento médico contra a dependência de drogas. O advogado deu declarações públicas dizendo que é usuário de crack. Em entrevista ao jornal ?O Dia? publicada dia 13 de novembro e ao SBT, em reportagem exibida no dia 16 do mesmo mês, Quaresma assumiu ser dependente de crack.

Para que volte a atuar como advogado, segundo a assessoria de imprensa da Ordem, o Tribunal de Ética vai avaliar se Quaresma reúne condições para exercer a advocacia e ser inscrito na OAB-MG.

Ércio Quaresma pediu licença da Ordem na terça-feira (23), segundo a assessoria da instituição. Tentamos falar com o advogado até o fechamento desta reportagem para saber os motivos do pedido. Às 16h30, a secretária do escritório Quaresma Advogados e Associados, em Belo Horizonte, informou que ele não esteve no escritório nesta quarta-feira (24). Caso Quaresma atenda ao contato, a versão dele será registrada.

Fonte: g1, www.g1.com.br