Objetos encontrados no carro de Bruno são de Eliza, diz polícia

Trinta pessoas já foram ouvidas no inquérito que investiga sumiço

O delegado Edson Moreira, do Departamento de Investigações de Belo Horizonte, confirmou, nesta segunda-feira (5), que objetos que teriam sido encontrados em um carro do goleiro Bruno, do Flamengo, foram reconhecidos por pessoas ligadas a Eliza Samudio. De acordo com ele, óculos e sandálias foram achados dentro do veículo, que foi apreendido durante uma blitz no início do mês, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, porque estava com a documentação irregular.

Eliza está desaparecida há mais de 20 dias. Ela teve um relacionamento com Bruno no ano passado e tentava provar, na Justiça, que teve um filho dele. Depois do início das investigações sobre o sumiço da jovem, o carro do goleiro levado para uma delegacia e passou por análise.

No mesmo veículo, foram encontradas manchas de sangue. A Polícia Civil espera que o resultado do exame que compara a amostra de sangue e o material genético do pai de Eliza saia ainda nesta semana.

Ainda segundo Moreira, nesta segunda, a equipe que investiga o desaparecimento ouviu cinco pessoas. No último fim de semana, foram oito. Até agora, 30 depoimentos já foram colhidos.

Moreira disse que Bruno e pessoas mais próximas a ele, como a sua mulher, Dayane, e um amigo identificado como Macarrão, devem prestar depoimento nesta semana ou na próxima.

Uma Blazer branca de outro amigo de Bruno foi apreendida. Outros veículos devem ser levados para Minas para perícia.

Moreira comentou ainda que arquivos do computador e mensagens eletrônicas de Eliza devem passar por análise.

Fonte: g1, www.g1.com.br