Oeiras: Juíza impôe medidas para acusado que foi liberado

Ele é proprietário do balneário onde ocorreu o estupro.

A juíza de direito da 2ª Vara da Comarca de Oeiras, Maria do Socorro Cipriano, concedeu, nesta quarta-feira, dia 31, soltura provisória para um jovem, identidade não revelada, que foi preso acusado de estuprar uma adolescente de apenas 17 anos em um balneário na zona rural do município. O fato ocorreu no último final de semana.

De acordo com o advogado de defesa, Eduardo Rodrigues de Sousa, as acusações  não procedem. Segundo ele, o jovem é proprietário do balneário, mas não possui envolvimento com o crime. A decisão estabelece algumas medidas que não podem ser descumpridas. 

O jovem não pode fazer nenhuma viagem sem justificativa, não pode mudar de endereço sem comunicação prévia e não pode permanecer na rua após às 22h. 

Investigação

Segundo informações dos policiais da delegacia regional de Oeiras, nesse caso a vítima estava no meio de uma reunião política junto com os pais, quando em um certo momento populares sentiram a sua falta.

Foi iniciada uma busca pela garota e um amigo dos seus pais flagrou a cena do estupro entrando em luta corporal com o acusado que obteve êxito na fuga. 

Segundo o policial civil, o homem que viu toda a cena chegou a delegacia bastante ferido. “A vítima estava desacordada e vamos investigar o que ela ingeriu antes do caso através da realização de exames”, declarou.




Fonte: Portal Meio Norte