Oficial que matou por ciúmes, ameaçou a vítima três vezes; veja

Oficial que matou por ciúmes, ameaçou a vítima três vezes; veja

Vítima tinha fama de conquistador. Oficial planejou o crime por ciúmes da mulher

A fama de mulherengo de João Luís Lima, 42 anos, dono de uma padaria na Rua do Cachambi, no bairro de mesmo nome, o levou à morte. Testemunhas contam que o subcomandante do 19º BPM (Copacabana), tenente-coronel Anderson Albuquerque, 42, já havia ameaçado João três vezes, a quem acusava de assediar sua mulher. ?Da última vez, ele disse para o João: ?Vou destruir a minha vida, a sua e a dela??, garantiu um amigo da família que pediu para não ser identificado.

O PM matou o comerciante com seis tiros na padaria, sexta-feira. O subcomandante confessou na 23ª DP (Méier), onde se entregou, que planejou o crime. Ele responderá por homicídio doloso (com intenção de matar) e tentativa de homicídio, pois um dos oito disparou feriu um padeiro.

Vizinhos comentavam que João era conhecido como um conquistador e que já havia recebido ameaças de outros homens. Ontem, a padaria não abriu em sinal de luto.

O enterro de João, pai de duas adolescentes, foi dramático. Transtornado, João, o pai da vítima, ameaçou se jogar na cova e ainda pediu que abrissem o caixão antes do sepultamento. Ele foi contido e amparado por amigos. ?Não acredito que isso está acontecendo?, dizia ele, aos prantos, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, ontem à tarde.


Oficial que matou por ciúmes, ameaçou a vítima três vezes

?Ele era um homem brincalhão, sempre de bem com a vida. Não havia necessidade dessa violência?, lamentou o amigo Fernando Sérgio Souza Moreira, 39 anos.

Fonte: ODIAONLINE