Operação combate cartel de gás de cozinha em 5 Estados

Na operação foram empregados cerca de 160 policiais federais dos Estados da Paraíba e Pernambuco

A Polícia Federal cumpre 42 ordens judiciais expedidas pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Campina Grande (PB) nos Estados da Paraíba, Pernambuco, Ceará, Bahia e São Paulo, sendo 14 mandados de prisão temporária e 28 de busca e apreensão. Na Paraíba serão cumpridos 16 mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão nas cidades de João Pessoa e Campina Grande. A operação Chama Azul tem como finalidade coibir a ação de grupos responsáveis pela distribuição de gás de cozinha, Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), que cometiam ajuste de preço e reserva de mercado, caracterizando formação de cartel.

Os envolvidos no crime são empresários e funcionários de empresas distribuidoras ou revendedoras de GLP, que foram indiciados nos tipos penais previstos na Lei 8.137/1990, art. 4º, inciso I, alínea a, e inciso II, alíneas a e c (formação de cartel); Lei 8.176/1991, art. 1º, inciso I (crime contra a ordem econômica: venda clandestina); e no Código Penal, art. 288 (quadrilha ou bando).

Na operação foram empregados cerca de 160 policiais federais dos Estados da Paraíba e Pernambuco, além de 13 servidores da SDE.

Os presos serão interrogados pela Polícia Federal e o material apreendido analisado com o auxílio de técnicos da Secretaria de Direito Econômico, para apresentação de relatório final ao Ministério Público do Estado da Paraíba.

Fonte: Terra, www.terra.com.br